sábado, 27 de novembro de 2010



Antes de chegar ao chão
As pulgas já tinham saltado de mim
E só tinha tropeçado num se
Se eu cair
Se eu perder
Se não puder

E sem minha carne esfriar
Larvas de moscas já habitavam em mim
Convites para um festim
Já circulava em comunidades de abutres
Hienas dançam ao ritmo do ronco de suas barrigas
E meu nome já faz parte da lista dos bons rapazes

Mesmo antes de eu cair
Tinha achado o merecido
Mesmo antes de eu partir
Vinha um cortejo atraz de mim


Sem comentários:

Publicar um comentário